Destaque Esportes

Torcedor é banido dos estádios por cânticos homofóbicos

Um torcedor do Chelsea foi proibido de frequentar estádios por três anos depois de ser condenado por gritos e cânticos homofóbicos. Os atos ocorreram no mês passado, durante um jogo fora de casa dos Blues diante do Brighton.

George Bradley, de 20 anos, também foi multado 965 libras (cerca de R$ 4,5 mil) pela Corte de Magistrados de Brighton.

– Gostaríamos de agradecer a polícia pela assistência em lidar com esse incidente. Isso sublinha o compromisso deles e nosso em aplicar uma política de tolerância zero para qualquer forma de abuso em jogos no Amex (estádio do Brighton) – diz um comunicado do clube do litoral inglês.

 

 

 

Globo Esporte