segunda-feira, agosto 3, 2020
Início Destaque Renato Meireles emite nota sobre segundo turno e declara "Pela democracia, sou...

Renato Meireles emite nota sobre segundo turno e declara "Pela democracia, sou Haddad!"; veja

O vereador guarabirense do PSB, Renato Meireles, declarou em nota oficial que seguirá com o candidato Haddad, no segundo turno das eleições para a presidência do Brasil de 2018. A declaração “Votarei em Haddad pensando no Brasil, pensando na Paraíba, pensando em dias melhores” foi enviada à imprensa na tarde desta quarta-feira (24).

Renato apoia o candidato Haddad desde o primeiro turno das Eleições 2018. Em nota, o político guarabirense destaca que este é um momento de definirmos o futuro do nosso país e declara que votará em Haddad, por ter alinhamento de critérios em defesa à democracia e contra a intolerância.

Desenvolvimento – Renato e Haddad defendem a revogação de uma emenda que congelou os gastos públicos durante duas décadas, a revogação da atual reforma trabalhista e são favoráveis à reestatização da exploração do pré-sal, como subsídio para criar e manter programas sociais nas áreas de saúde, educação, segurança e outras políticas públicas afirmativas.

Contra o PSL ou a favor do Brasil? – Renato avalia que esta disputa precisa salvaguardar a frágil democracia brasileira. para que a sociedade para se reconstituir. “Avançamos com políticas sociais, que deram oportunidades às pessoas que antes viviam abaixo da linha da pobreza. Bolsonaro tem dificuldade de articular uma frase coerente, com a mesma ignorância sobre o tema do desenvolvimento econômico e com a mesma incapacidade de reconhecer os desafios das realidades regionais. Além de apresentar uma visão estreita sobre os problemas do Brasil, ele realiza uma campanha desleal de notícias falsas. Ao contrário do que ele pensa, a solução para a pobreza não é a arma, é carteira assinada na mão do trabalhador”, alegou Renato em nota.

Lideranças – O voto do vereador guarabirense é somado a força do líder do PSB na Paraíba, o atual governador Ricardo Coutinho.

“No dia 28, a nossa escolha não será simplesmente entre Haddad e Bolsonaro, mas sim entre formas diferentes de ver o mundo e interagir com as diferenças, tendo como base o respeito e o diálogo em uma sociedade. Vamos juntos e juntas com Fernando Haddad. É pela Democracia!”, concluiu Renato.

Veja a nota completa:

PELA DEMOCRACIA, SOU HADDAD!
22 de outubro de 2018

Com o respeito de sempre, me dirijo aos amigos e amigas que acompanham o nosso trabalho na Câmara Municipal de Guarabira, para externar, enquanto figura pública e representante político, as razões que me levam a votar em Fernando Haddad para presidente do Brasil.

No primeiro turno, muitos companheiros que acreditam em nosso trabalho tiveram opções por vários presidenciáveis, mas agora chegou a hora de definirmos o futuro do nosso país. Por isso, estou declarando publicamente minha posição política no próximo dia 28 de outubro. Em defesa da democracia e contra a intolerância, eu votarei em Haddad.

Sou do time que acredita que o Brasil pode voltar a ser feliz de novo, com um candidato que melhor representa os anseios de um país que já foi forte e tem a capacidade de se desenvolver novamente no campo econômico, social e humano. Sem precisar do discurso de ódio.

Voto em Haddad pelo compromisso com o desenvolvimento do Brasil, ao defender, entre outras pautas, a revogação da emenda que congelou os gastos públicos durante duas décadas, a revogação deste modelo de reforma trabalhista e a reestatização da exploração do pré-sal como subsídio para criar e manter programas sociais nas áreas de saúde, educação, segurança, habitação, cultura, esporte e todo um leque de políticas públicas afirmativas.

Não é apenas uma eleição em prol ou contra o PT. É uma eleição para salvaguardar a frágil democracia que temos, para reconstituir o tecido social, ultrapassar o ódio que propaga na nação. As críticas ao Partido dos Trabalhos sempre existirão, porém, reconhecemos os avanços que tivemos nas gestões petistas, principalmente nos governos de Lula, com a inclusão do povo no orçamento público. Avançamos com políticas sociais, que deram oportunidades às pessoas que antes viviam abaixo da linha da pobreza.

Bolsonaro tem dificuldade de articular uma frase coerente, com a mesma ignorância sobre o tema do desenvolvimento econômico e com a mesma incapacidade de reconhecer os desafios das realidades regionais. Além de apresentar uma visão estreita sobre os problemas do Brasil, ele realiza uma campanha desleal de notícias falsas. Ao contrário do que ele pensa, a solução para a pobreza não é a arma, é carteira assinada na mão do trabalhador.

Esse é o momento de nos unirmos pelo Brasil. O desafio que enfrentamos ultrapassa a disputa política. O combate à corrupção virou apenas um pano de fundo para o crescimento de um modo de pensar completamente abominável, onde se aplica o ódio contra quem pensa diferente das ideias que Bolsonaro defende.

Não temos o direito de nos omitir. Essa é minha posição, respeito quem pense ao contrário. Votarei em Haddad pensando no Brasil, pensando na Paraíba, pensando em dias melhores. Acompanho a orientação de um dos maiores líderes políticos que o nosso Estado já teve, Ricardo Viera Coutinho.

No dia 28, a nossa escolha não será simplesmente entre Haddad e Bolsonaro, mas sim entre formas diferentes de ver o mundo e interagir com as diferenças, tendo como base o respeito e o diálogo em uma sociedade. Vamos juntos e juntas com Fernando Haddad. É pela Democracia!

RENATO MEIRELES
Vereador de Guarabira pelo PSB

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Must Read