Mulher e Beleza

Relações sexuais na gravidez: o que você deve levar em consideração antes da prática

Os nove meses de gestação costumam levantar diversas dúvidas para as mulheres e não poderia ser diferente, uma vez que é um momento repleto de transformações tanto físicas como emocionais. Uma das dúvidas que preenchem esse momento diz respeito à relações sexuais e, pensando nisso, a médica Luciana Deister aponta fatores que devem ser considerados.

Relações sexuais na gravidez

A especialista explica que a gestação não precisa ser um período de abstinência sexual para a mulher, muito pelo contrário, alguns estudos defendem que manterrelações sexuais durante a gestação a traz benefícios como: controle da ansiedade, aumento da sensação de bem-estar e da autoestima e controle da pressão arterial.

A ginecologista e obstetra Mirna Nakano, do Hospital São Luiz, em São Paulo, afirma que não há nenhum problema em manter relações sexuais regulares durante o período gestacional. Mas e preciso sim tomar alguns cuidados, especialmente se a gravidez apresentar algum tipo de problema, como placenta baixa ou sangramento.

O que considerar antes de manter relações
Disposição

Como os hormônios estão desequilibrados e a libido varia muito ao longo da gestação e de mulher para mulher, o ideal é que a vida sexual nesse momento seja mais norteada pela disposição física e emocional da mulher. Nos primeiros meses, por causa do aumento da progesterona, que causa sonolência e indisposição, a libido da mulher fica um pouco mais baixa. Mas passada essa fase, há inclusive um aumento na libido.

Posição
No que toca a posição sexual, Luciana afirma que o ideal é que as posições priorizem o conforto da gestante: o tamanho da barriga pode aumentar o desconforto à mulher e até mesmo dificultar a penetração. Por isso, muitos casais acabam optando por fazer “de ladinho”, em 4 apoios ou de pé, ou pelo sexo oral, anal ou masturbação.

Orgasmo
A profissional explica que os orgasmos devem ocorrer naturalmente, do mesmo jeito que ocorriam antes da gravidez, a menos que a mulher esteja preocupada ou desconfortável física ou emocionalmente, o que pode dificultar atingir o climax.

Quando o sexo deve ser evitado?

Se houver sangramentos no primeiro trimestre ou em caso de trabalho de parto prematuro, pois o orgasmo pode aumentar as contrações uterinas que já estejam ocorrendo e, aí sim, aumentar os riscos à saúde da mamãe e do bebê.

No mais, não há um impedimento para manter uma vida sexual ativa, lembrando que as recomendações são as mesmas de sempre: use camisinha e higienize a região vaginal ou anal após o sexo para evitar infecções e, e em caso de dores ou sangramento, procure seu ginecologista/obstetra.

 

 

 

 

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar