Mulher e Beleza

Qual a diferença entre Queda de Cabelo e Quebra de Cabelo?

A queda de cabelo e a quebra dos fios são dois problemas capilares que afetam a densidade e resultam na perda de volume das madeixas, o que confunde muitas mulheres. Apesar de possuírem sintomas parecidos, os quadros são bastante diferentes e possuem causas distintas, o que também diferencia o tratamento dos problemas. Por isso, é importante saber identificar se seus cabelos estão caindo ou simplesmente se partindo. Identificando o problema, é preciso tratar os fios corretamente e recuperar a saúde e a densidade dos cabelos.

Uma dica rápida para saber é fazer uma avaliação em casa: puxe os fios levemente entre os dedos e verifique se eles caem com uma massinha branca na ponta. Se isso ocorrer, é porque está havendo queda e não quebra.

Queda de Cabelo

A queda de cabelo pode estar ligada a problemas emocionais e hormonais. Especialistas afirmam que, normalmente, caem em média 100 fios por dia, uma quantidade para as pessoas que têm, em média, 70 mil fios de cabelo. Porém, quando a queda incomoda e parece anormal, é importante verificar informações com um dermatologista para que ele veja qual é a causa do problema e ofereça um tratamento específico. Geralmente, a calvície nas mulheres atinge a região da frente e as laterais do cabelo, não se espalhando por todo o couro cabeludo.

Em algumas mulheres, a queda pode ser a disfunção hormonal, devido a problemas na tireoide e na hipófise. Outras causas incluem estresse emocional, doenças crônicas como diabetes, câncer e dietas alimentares.

Um dos motivos para a queda é a Alopecia Androgenética (AAG). Esse problema faz com que os fios que estejam próximos à divisão central do cabelo fiquem mais escassos. Esse distúrbio fica mais evidente quando a mulher está se aproximando da menopausa, mas pode ser tratada com reposição hormonal.

Outro distúrbio que causa a queda de cabelo é o Eflúvio Telógeno Agudo (ETA) em que fios que antes cresciam muito entram na fase telógena (fase de repouso). Podem ser várias as causas que determinam o surgimento do eflúvio telógeno, como: pós-parto, interrupção do uso de pílulas anticoncepcionais ou de reposição hormonal, infecções e doenças acompanhadas de febre alta, traumas físicos e/ou emocionais, pós-operatório, doenças da tireóide, deficiências nutricionais (ferro, zinco e proteínas) ou dietas muito restritivas (com ou sem medicamentos).

Tratamento para Queda de Cabelo

Para evitar que seus cabelos caiam, mantenha-os sempre fortalecidos e saudáveis, com produtos antiqueda e fortalecedores. Preserve sempre seus fios limpos e saudáveis, pois higienizá-los corretamente ajuda as madeixas a não se desprenderem da raiz com facilidade. Como a dermatite seborreica também favorece a queda, quem já foi diagnosticado com a doença pode utilizar shampoo anticaspa, que são indicadas para tratar o couro cabeludo e reduzir o problema.

Se houver ausência de vitaminas, experimente pantogar, biotina, e vitaminas e minerais para os cabelos. As vitaminas ajudam no fortalecimento, assim como medicamentos de aplicação local para auxiliar no crescimento dos fios e evitar a queda, tais como: minoxidil, avicis, finasterida e latanoprosta.

Experimente tratar com óleos essenciais, aloe vera e outros tratamentos naturais.

Caso a sua queda de cabelo não seja resolvida, procure um dermatologista, pois essa intensa frequência na perda dos fios pode levar à calvície. Hoje, alguns procedimentos clínicos já são feitos para solucionar o problema, como laser fracionado, luz infravermelha e microagulhamento.

Quebra de Cabelo

A quebra pode ser notada ao passar a mão pelo couro cabeludo e sentir os “toquinhos” dos fios. A quebra de cabelo acontece quando o fio não cai pela raiz e sim sofre algum estresse que o deixa enfraquecido. Fatores ambientais como o excesso de sol e de vento, mudanças bruscas de temperatura, o cloro da piscina e processos químicos podem deixar os fios quebradiços.

Outras causas da quebra: Procedimentos químicos como alisamento, tintura, relaxamento e escovações exageradas.

 
Tratamento para Quebra de Cabelo

A maior causa para a quebra de cabelo é o uso de químicas inadequadas ou má aplicação de produtos por profissionais que não estão preparados.

Nesse caso, o melhor caminho é diminuir e até mesmo cortar o uso desses elementos, fazer hidratações semanais e reconstruções térmicas, que ajudam a nutrir os fios e deixá-los saudáveis novamente. Cabelos bem nutridos costumam ser mais maleáveis e não quebram tão facilmente.

Uma boa dica é investir em tratamentos mais eficazes como um cronograma capilar. Por se tratar de um tratamento a médio prazo, o cronograma capilar garante hidratação, nutrição, regeneração e proteção do fio, interrompendo a quebra.

Manter as pontas saudáveis também ajuda. Tratamentos com óleo de argan e jojoba nas pontas ajuda no fortalecimento.

Cuide dos fios na hora de lavar. Desembaraçar os cabelos apenas quando estiverem molhados para que o pente deslize nos fios sem quebrá-los. Use elásticos de tecido, sem partes metálicas, que podem deixar os fios enganchados e parti-los.

Diminuir o uso frequente de ferramentas de calor, como secador e chapinha, que fazem com que os fios fiquem mais fracos e suscetíveis à quebra, e sempre utilizar protetores térmicos.

Ao notar alguma diferença nos cabelos, é importante não deixar passar muito tempo e procurar um médico especialista. Ele será capaz de encontrar as causas dos problemas e oferecer as melhores soluções para seus fios.

 

 

 

Beleza e Saúde

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar