DestaquePolicial

Policial do 4BPM é preso por ‘indisciplina’ famíliares e colegas se revoltam com decisão superior

Um cabo PM escreveu um artigo onde definiu como atitude cruel e desumana

Uma decisão tomada por um juiz militar, contra um Policial Militar do 4BPM, durante audiência de custódia, em João Pessoa Polícia Militar vem gerando certa indignação em alguns membros da corporação. O segundo sargento Leandro foi preso após participar de uma audiência de custódia. Um cabo PM escreveu um artigo relatando a situação e mostrando a sua indignação. Ele definiu a decisão como cruel e desumana.

Logo a baixo o texto escrito por ele:

“Acabei de sair da audiência de custódia que o 2°Sgt Pm Leandro ficou preso, não por roubar, não por furtar, não por traficar arma ou drogas, mas sim por um simples horário de almoço.

Esse tratamento desprendido aos militares é desumano e cruel.

O 2°Sgt Leandro é um policial que tem 26 elogios em sua ficha, porém nada foi levado em consideração.

Por outro lado essa mesma audiência de custódia que soltou um vagabundo por estar portando um fuzil, mas segundo o entendimento da magistrada ele não apresentava risco a sociedade, mas o Sgt Leandro por sua vez é tratado como perigoso ao convívio da sociedade por um fato de horário de almoço.

Nossas leis têm que ser revistas urgentemente, nós militares não podemos sermos tratados piores que bandidos.

Temos o código penal militar de 1969 e o RDPM de 1981 ambos arcaicos e ultrapassados, iremos lutar para mudar essa situação, a nível estadual!

Sou militar e deputado estadual, nossa missão é defender do soldado ao coronel, no meu entendimento situações como essa só quem perde é nossa categoria!”

Dep Cabo Gilberto Silva

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar