DestaquePolicial

Policiais da Bahia são presos na Paraíba suspeitos sequestros de empresários e roubos

A POLICIA CIVIL, através da DELEGACIA ESPECIALIZADA DE CRIMES CONTRA O PATRIMÔNIO DE CAMPINA GRANDE – DRF/CG e com o apoio do Núcleo de Inteligência da 2REISP da Policia Civil e do Núcleo de Inteligência da 3CIPM da Policia Militar, prendeu em flagrante nesta manhã de quarta-feira, 17 de abril, DIEGO AFONSO SARAIVA, DANILO FERNANDO OLIVEIRA ALCANTARA e EBERSON CARMO DOS SANTOS.

A prisão se deu em um sítio na Zona Rural de Fagundes e os presos foram flagrados adulterando sinais identificadores de um veículo, além de estarem de posse de uma espingarda calibre 12, um revólver calibre 357, uma pistola calibre .40 e outra pistola calibre .45, 10 carregadores de pistola, além de diversas placas de veículos, algumas delas com adulterações, centenas de munições dos mais variados calibres, gandolas, balaclavas, distintivos falsos e um veículo Fiat Touro que estava sendo adulterado.

Durante a ação policial os três presos se identificaram como Policiais Militares do Estado da Bahia, onde foi confirmado que dois deles realmente são Policiais Militares daquele Estado, porém, descobriu-se que um deles portava suposto documento falso.

Os investigadores chegaram até a quadrilha após uma investigação que durou um ano e dois meses, após a ocorrência de uma série de sequestro de empresários em Campina Grande, durante as investigações descobriu-se que os suspeitos seriam supostos Policiais Militares do Estado da Bahia e seriam especialistas em sequestros, ataques a instituições financeiras e também o comércio de armas de fogo de grosso calibre.

No dia 16/04, conseguiu-se a informação de que a quadrilha estaria novamente em Campina Grande e articulando um grande roubo, momento em que iniciou-se uma série de diligências até que no dia de hoje conseguiu-se identificar o sítio onde estariam escondidos e se preparando para o cometimento do crime.
Em Delegacia de Polícia três vítimas dos sequestros ocorridos em janeiro e setembro e outro em março de 2019 de pronto reconheceram não só os três presos como também todo o armamento apreendido.

Os presos foram autuados em flagrante pelos crimes de Adulteração de sinal de veículo automotor, Receptação, Porte Ilegal de Arma de Fogo de Calibre Restrito, Falsidade Documental, Apresentar-se Falsamente como Funcionário Público (Contravenção Penal) e Associação criminosa, assim como serão indiciados nos três crimes de sequestro onde foram reconhecidos.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
Fechar