Política

Pedro lamenta PB não atingir meta do IDEB e que governo prefira manter o povo sem educação de qualidade

“A educação não é prioridade em nosso Estado. Aqui não se investe nessa área, pois a educação é libertadora, modifica realidades e deixa o povo cada vez menos dependente do poder público”.

A fala foi do deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) ao comentar os números do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), que revelaram que as escolas públicas da Paraíba não atingem a meta no ensino médio nem nos anos finais do ensino fundamental há cinco anos.

Os dados são do Ministério da Educação (MEC) e foram divulgados nesta segunda-feira (3). O Ideb é o principal indicador de qualidade da educação básica e mostra que do 6º ao 9º ano, a projeção de crescimento do Ideb para as escolas públicas na Paraíba era para sair de 2,5 pontos em 2007 para 4,0 em 2017. O crescimento real foi de 2,8 pontos em 2007 para 3,6 dez anos depois. Da mesma forma, a meta prevista para o índice em escolas públicas do ensino médio era de 2,9 em 2007 para 4,0 em 2017, com crescimento real de 2,9 pontos para 3,1.

Pedro tem como principal bandeira de luta do seu mandato a educação. Ele é autor da PEC da Nova Educação, que cria o Magistério Nacional, investindo na valorização do professor. O tucano defende mais investimentos na educação e uma maior atenção para a educação na primeira infância, pois ela é a base de formação dos futuros cidadãos.

Dados nacionais – A meta do Ideb estabelecida para 2017 foi cumprida apenas nos anos iniciais do ensino fundamental, etapa que vai do 1º ao 5º ano. A etapa alcançou 5,8, quando a meta estipulada era de 5,5. No ensino médio, o índice avançou 0,1 ponto, após ficar estagnado por três divulgações seguidas, chegando a 3,8. A meta para 2017 era 4,7. Nos anos finais do ensino fundamental, o Ideb ficou em 4,7, não chegando aos 5 pontos esperados.

Assessoria

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
Fechar