Entretenimento

O ‘unfollow’ de Pabllo Vittar em Valesca Popozuda e o polêmico ‘Pink Money’

Os LGBTQ+ não estão tolerando artistas roubando seu 'pink money'!

O público LGBTQ+ sempre ‘abraçou’ artistas que apoiavam o movimento dos homossexuais, travestis e transexuais, somente pela troca de visibilidade na luta pelos direitos sociais. Estes famosos ganhavam não só notoriedade, mas também muito dinheiro, já que o grupo é um dos maiores consumidores de cultura, seja na televisão, música ou cinema.

O problema é que esta representatividade pode custar caro, já que os LGBTQ+ aprenderam a não só dar os ‘incentivos financeiros’ e passaram a cobrar as estrelas por um verdadeiro ‘apoio à causa’, já que foi o grupo que fez estes artistas conseguirem seu ‘lugar ao sol’.

Nos últimos tempos muito artistas foram acusados de enriquecerem através do famoso Pink Money (poder de compra do público LGBTQ+), mas depois vivarem as costas para estes fãs ou seguidores. Anitta, Jojo Todinho, Nego do Borel e Jão foram alguns dos artistas acusados de apenas quererem tirar proveito deste público.

Na mais recente polêmica, a cantora Valesca Popozuda foi duramente criticada por surgir nas redes sociais ao lado de um maquiador que ficou famoso por ser homossexual e apoiar Jair Bolsonaro, que é conhecido por suas declarações homofóbicas. Os fãs da funkeira ficaram decepcionados e cobraram dela uma postura mais condizente com a do público LGBTQ+, que pediu apenas para ela não apoiar políticos (ou pessoas ligadas a eles) que pregam o comportamento heteronormativo e que os homossexuais sejam excluídos da sociedade.

Nesta história, Pabllo Vittar tem um papel mais que importante! A drag queen, que inúmeras vezes mostrou ter um discurso muito afiado e politizado, não deixa que ninguém oprima ela ou qualquer LGBTQ+. Além das milhares de entrevistas rebatendo discursos homofóbicos, a estrela faz questão de ser ‘transparente’ e se afasta de qualquer outro artista que ‘vira as costas’ aos homossexuais.

Pabllo já desvinculou sua imagem de outros artistas e até marcas que apoiaram discursos de ódio contra os LGBTQ+. Agora deu ‘unfollow’ em Valesca, assim como já fez com outros famosos, mostrando que não precisa ser conivente com a opressão somente por estar no ‘mundo da fama’. Desta forma, a drag queen vem ganhando destaque mundial pela luta dos direitos humanos, por algo simples, por direitos iguais a todos!

Stars Insider

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar