Política

NESTA QUARTA: Pedro comanda audiência pública com ministro na Comissão de Educação da Câmara Federal

O presidente da Comissão da Educação na Câmara Federal, deputado Pedro Cunha Lima (PSDB), comanda nesta quarta-feira (22) às 10h, uma audiência pública com o ministro da Educação, Abraham Weintraub. A pauta principal será o debate sobre a política de educação desenvolvida pelo MEC. O corte de 30% no orçamento das instituições de ensino federal de todo país, deve ganhar força nas discussões. “A educação no Brasil precisa seguir um novo rumo, sem espaço para guerra ideológica. É isso que esperam os brasileiros e é isso que iremos cobrar do ministro”, explicou.

Ele contou que foram apresentados 15 requerimentos dentro da Comissão para que o ministro participasse da audiência e todos foram agregados em um único. A ida de Abraham Weintraub estava agendada inicialmente para a semana passada, porém com a convocação do ministro para participar de Comissão Geral em plenário na última quarta-feira, a nova data ficou remarcada para o dia 22 de maio.

“Uma das atribuições mais nobres da Comissão de Educação é a de fiscalizar o MEC. Creio que será necessário fazer um acompanhamento criterioso, porque os sinais que o MEC emite indicam que a prioridade é a ideologia. O que se vê no momento é o MEC sendo usado como instrumento para promover uma revanche ideológica. Isso não me parece adequado”, comento Pedro.

Na opinião do tucano, a política de educação precisa ser executada a partir do ponto de vista técnico e não por critérios ideológicos. Segundo ele, na Comissão, até quem deseja contribuir com o governo está preocupado com a linha que vem sendo adotada. “Não se pode menosprezar o interesse do país. O que se espera do MEC são medidas técnicas e urgentes, tomadas a partir de diagnósticos precisos. Não podemos mais errar numa área como a Educação”, defendeu.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar