Esportes

Nacional quer anulação do Campeonato Paraibano de 2018

Os desdobramentos da Operação Cartola podem causar uma reviravolta no Campeonato Paraibano de 2018.

É que o Nacional de Patos, que ainda não foi citado na investigação, deve ir à Justiça pedir a anulação do torneio, com o argumento de as irregularidades apontadas no inquérito influíram diretamente em uma partida do clube, que acabou custando a classificação para a fase de mata-mata do torneio.

Além disso, o clube também pode requerer a redistribuição das vagas que o certamente ofereciam para a Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Série D do Campeonato Brasileiro de 2019.

Alisson Nunes, presidente do Canário do Sertão, falou ao Jornal Correio da Paraíba sobre o assunto. O dirigente citou conversas divulgadas  entre o vice-presidente de futebol do Botafogo-PB, Breno Morais, com o ex-presidente da Comissão de Arbitragem da FPF, José Renato, que negociavam uma vitória do CSP diante do time patoense, resultado que favoreceria ao Belo.

Na ocasião, o Naça teve um gol anulado, e acabou perdendo a partida por 2 a 0 em pleno estádio José Cavalcanti.

– Fica muito claro tudo que aconteceu. Fomos prejudicados, inclusive com a anulação de um gol nosso, dizendo que o jogador estava impedido. O Nacional é um grande clube do futebol paraibano e obviamente é temido, principalmente quando joga em casa. Vamos estudar o processo para que isso não fique impune – disse.

Correio da Paraíba