DestaquePolicial

Em Alagoinha polícia prende homem que mantinha armas e aves silvestres em casa

Por volta das 16h00 no Sítio Gameleira, zona rural de Alagoinha-PB um homem foi preso acusado de porte ilegal de armas e crime ambiental.

A guarnição Ambiental na viatura 6917, comandada pelo SGT Lamarque se deslocou a cidade de Alagoinha, afim de averiguar denúncia de extração irregular de minérios, que não foi constatada.

Porém, ao realizar rondas e fiscalizações, a guarnição visualizou diversas aves em gaiolas na varanda da residência do acusado, sendo que o mesmo chegou logo após. Com autorização do acusado, a guarnição adentrou a casa e encontrou mais aves silvestres, e ainda duas armas de fogo, sendo uma espingarda CBC, cal. 28, nº 52740 e uma espingarda artesanal.

Por não possuir licença ou autorização ambiental para criar as aves, a guarnição conduziu o acusado juntamente com as armas e as aves a delegacia em Guarabira para os procedimentos necessários.

Conforme determina a Lei 9.605/98 de Crimes Ambientais, combinado com o Decreto Nº 6524/2008, a multa para quem é flagrado com aves silvestres sem autorização dos órgãos competentes é de R$ 500 por individuo de espécie não constante listas oficias de risco ou ameaças de extinção e R$ 5 mil por individuo de espécie constante de lista oficias de fauna brasileira ameaçada de extinção.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar