Esportes

Chelsea é proibido de contratar jogadores durante um ano

Em causa está o não cumprimento das regras da FIFA quanto à contratação de jogadores menores

A FIFA anunciou, esta sexta-feira (22), em forma de comunicado, que tomou a decisão de proibir o Chelsea de inscrever novos jogadores nas duas próximas janelas de transferências, ou seja, durante 2019 e 2020.

Na base da decisão do organismo que rege o futebol mundial está um alegado não cumprimento das normas no que à inscrição de jogadores menores de idade diz respeito.

“Descobriu-se que o Chelsea quebrou o artigo 19 dos regulamentos no caso de 29 jogadores menores e cometeu várias outras infrações relacionadas com os requisitos para o registro de jogadores”, diz a nota.

Além deste impedimento, a direção liderada por Roman Abramovich terá, ainda, de pagar uma multa de 600 mil francos suíços, mais de R$ 2 milhões.

Quanto à Federação inglesa (FA), foi condenado ao pagamento de uma multa de 510 francos suíços, sendo que terá um “período de seis meses para abordar a situação relacionada à transferência internacional e primeiro registro de menores no futebol”.

Quer o Chelsea, quer a FA, já foram oficialmente notificados da decisão, e poderão recorrer da mesma junto do Comitê de Apelo da FIFA.

NOTICIAS AO MINUTO

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar