Noticias

Cabo da PM investigado por roubo e estupro de vulnerável é expulso da corporação, na Paraíba

Policial teria utilizado uma arma para ameaçar as vítimas. Crimes aconteceram em 2015 e 2016.

Um cabo da Polícia Militar investigado pelos crimes de roubos, estupro e estupro de vulnerável, foi expulso da corporação, em João Pessoa. A exclusão do policial dos quadros da PM foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (29), divulgado nesta quarta-feira (30).

Segundo a publicação, os crimes que teriam sido cometidos por José Fábio Brito dos Santos afrontam a honra pessoal e a ética policial militar. Portanto, o Conselho de Disciplina optou por apurar os casos na esfera administrativa/disciplinar.

Um processo contra o policial tramita na 6ª Vara Regional de Mangabeira, pelas acusações de roubo, estupro e estupro de vulnerável. Os crimes teriam acontecido na praia de Jacarapé, em João Pessoa, em dezembro de 2015, contra dois adolescentes, e em janeiro de 2016, também contra dois adolescentes.

O policial, lotado no 5º Batalhão da Polícia Militar, teria usado uma roupa com capuz, para esconder o rosto, e uma arma de fogo para ameaçar as vítimas. Após relatarem os casos, as vítimas reconheceram o policial. Os casos vieram à tona apenas em 2016, quando o policial roubou os celulares das vítimas.
G1

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar