Noticias

Bonecas confeccionadas por reeducandas são destaque no Salão do Artesanato da Paraíba

Elas são coloridas, graciosas e fofinhas. Uma opção para presentear com estilo e bom gosto, que chama atenção de quem visita o 29º Salão do Artesanato da Paraíba.  O evento ocorre na Praça do Povo do Espaço Cultural, em João Pessoa. O ‘Castelo de Bonecas’ integra o projeto de ressocialização, que existe desde 2012, da Penitenciária Feminina Maria Júlia Maranhão, em João Pessoa. Os brinquedos são confeccionados por reeducandas e ajudam na remissão das penas.

As bonecas são produzidas em um ateliê instalado na própria penitenciária. Os preços variam de R$ 25,00 a R$ 50,00. De acordo com Cinthya Almeida, diretora da Penitenciária Júlia Maranhão, em 2016, o projeto recebeu um aporte financeiro do Tribunal de Justiça da Paraíba e hoje é sustentável. As reeducandas recebem 50% do valor de cada boneca vendida. No Salão do Artesanato da Paraíba, as peças estão expostas no estande Responsabilidade Social, da Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (Seap), desde o dia 18 de dezembro.

As atividades do ‘Castelo de Bonecas’ integram o Programa Cidadania é Liberdade, que compreende os Eixos Trabalho, Educação, Saúde, Cultura e Família. As bonecas são feitas de tecido, lã e material acrílico. As pessoas interessadas podem encontrar bonecas de diversas personagens de histórias infantis.

O Salão do Artesanato foi aberto no dia 18 de dezembro e vai até o próximo domingo (13). Assim como acontece todos os anos, ele se transformou em uma das opções de compra para turistas, pois reúne trabalhos de 389 artesãos de 76 municípios paraibanos. A estimativa é de que esta edição atraia um público de cerca de 100 mil pessoas.

 

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar