Destaque

Acompanhe: o voto dos candidatos ao governo da Paraíba

Todos os candidatos a governador da Paraíba compareceram às urnas para votar na manhã deste domingo (7), em João Pessoa.

Tárcio Teixeira (Psol)


Tárcio votou na Central de Aulas na Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Mantendo o costume, ele preferiu aguardar seu momento de voto na fila, como qualquer eleitor, embora tenha preferência para entrar na seção, já que é postulante a um cargo eletivo.
“Fizemos muito mais de municípios muito distantes e isso muito nos anima isso é um marco. A expectativa são as melhores a gente quer ter a maior votação do Psol eu escolhi viver na Paraíba,, não escolhi onde nascer mas escolhi onde viver. A Paraíba também me escolhe e tenho muita confiança”, disse.
Tárcio é assistente social e já foi candidato ao Governo da Paraíba pelo PSOL em 2014. Ele é Mestre em Serviço Social pela Universidade Federal da Paraíba, presidente do PSOL/PB, foi presidente do Conselho Regional de Serviço Social da Paraíba até 2016, entre outras coisas.

Lucélio Cartaxo (PV)


Lucélio Cartaxo votou no Colégio Motiva Oriental, no bairro do Altiplano Cabo Branco. Ele foi ao local de votação acompanhado da família e do irmão, o prefeito de João Pessoa Luciano Cartaxo.
O candidato pelo PV, Lucélio Cartaxo, também se disse confiante. “Expectativa de ir ao segundo tuno, percorremos os 223 municípios com sentimento positivo de avançar cada vez mais e fazer uma boa política. Vamos acompanhar o resultado em casa balanço positivo fizemos uma boa campanha, mas nada substitui o olho no olho e foi isso que a gente procurou, criar laços com as pessoas”, falou.
É formado em Farmácia pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Exerceu o cargo de Superintendente da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), em João Pessoa, e de presidente da Companhia Docas da Paraíba. É irmão gêmeo do prefeito da capital Luciano Cartaxo e em 2014 concorreu pela primeira vez a um cargo eletivo, disputando vaga no Senado Federal. Na época ficou em segundo lugar com 521.938 votos, perdendo para José Maranhão, que agora concorre ao Governo do Estado. Em 2014, havia apenas uma vaga para senador na Paraíba.

Zé Maranhão (MDB)


O senador Zé Maranhão (MDB) compareceu acompanhado da esposa, desembargadora Fátima Bezerra, à Escola Estadual de Primeiro Grau Padre Roma, no bairro Altiplano, na Zona Leste de João Pessoa, na seção 168, onde também votam 327 eleitores. Na escola se concentram sete seções, onde votam um total de 2.116 eleitores.
“É preciso reativar a economia da Paraíba e dar prioridade aos problemas de saúde pública. A campanha que eu fiz é uma luta de Davi contra Golias, contra dois Golias: Estado e Município. Os partidos fizeram esforço para nos isolar, mas esqueceram de consultar o povo. Fiz campanha cidadã, voltada ao progresso”, declarou Maranhão.
O candidato ainda criticou a gestão atual do governo estadual, citando fechamento de escolas, hospitais com problemas e abastecimento de água ineficiente. Ele também afirmou que deve acompanhar apuração em casa.
Zé Maranhão  começou a sua carreira política eleito deputado estadual em 1955 pelo PTB, partido pelo qual volta a ser eleito deputado estadual por mais dois mandatos consecutivos.  Em 1994, foi eleito vice-governador na chapa de Antônio Mariz, onde acaba assumindo o mandato em virtude da morte do titular, cerca de dez meses depois de ter assumido o mandato de governador. Em 1998 disputa a candidatura à reeleição ao governo do estado pelo PMDB e é eleito com cerca de 80% dos votos válidos.  Ele assumiria ainda o cargo uma outra vez. Atualmente, é senador da República.

João Azevêdo (PSB)

João Azevêdo, candidato do PSB, fez um balanço da campanha. “Muita gente falando que não éramos conhecidos, que era técnico e nós mostramos que o que interessa é que tem que se combinar com o povo. Fizemos um planejamento e buscamos as metas. Trabalho em busca de metas. Fizemos uma campanha bela com alegria, as pessoas voltaram a participar das campanhas com alegria e entusiamos, tenho certeza que esse trabalho foi o que se refletiu em resultado”, falou.
João é engenheiro e está na vida pública desde o início dos anos 1980, quando assumiu a diretoria da Divisão de Planejamento Habitacional do Ipep e depois a chefia da Assessoria de Planejamento Econômico da Emlur. Ainda nos anos 1980, assumiu pela primeira vez uma pasta no Executivo, com a Secretaria de Serviços Urbanos da Prefeitura de João Pessoa. De lá para cá, transitou entre cargos de chefe de gabinete, assessor, secretário adjunto e titular (Planejamento, Habitação e Infraestrutura) em secretarias das prefeituras de João Pessoa e Bayeux, assumindo, por último, a Secretaria de Recursos Hídricos do governo do Estado em 2011.

Rama Dantas (PSTU)


Ao comparecer ao local de votação, a candidata Rama Dantas (PSTU) ressaltou a importância das lutas dos trabalhadores por seus direitos.
“É uma campanha voltada a discutir com os trabalhadores. Eu espero que o povo, que os trabalhadores neste processo eleitoral comecem a perceber que só eles podem mudar suas vidas”, declarou.
Rama Dantas  é professora da rede pública de João Pessoa e ativista sindical. Além disso, ela integra o Movimento Mulheres em Luta (MML). Ela foi candidata a senadora pelo PSTU nas eleições de 2014, e a vereadora de João Pessoa em 2016.

Portal Correio

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar