Política

Raniery propõe Sessão Especial em memória do ex-presidente da ALPB, Rômulo Gouveia

O deputado estadual Raniery Paulino (MDB) apresentou na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) requerimento para realização de Sessão Especial em memória ao ex-presidente da Casa de Epitácio Pessoa o deputado federal Rômulo Gouveia, falecido na madrugada do último domingo dia 13 de maio de 2018.

Para justificar o requerimento, Raniery fez um resumo da vida política do deputado campinense. O deputado federal eleito pelo Estado da Paraíba, nascido no dia 19 de março de 1965 (53 anos), na cidade de Campina Grande, filho de José Antônio de Gouveia e Berenice de Almeida Gouveia. Rômulo Gouveia era pai de quatro filhos: Robson, Lucas, Pablo e Rômulo filho, de uma união com a pedagoga e ex-deputado estadual Eva Gouveia. Ele era administrador bacharel em Direito e funcionário público.

Para Raniery Paulino, com humildade e perseverança Rômulo construiu sua trajetória política a partir de trabalhos comunitários foi presidente da SAB (Sociedade de Amigos de Bairro) do Jardim Tavares em Campina Grande e da UCES (União Campinense de Equipes Sociais). Em 1989, foi convidado para ocupar o cargo de coordenador da Merenda Escolar da 3ª Região de Ensino, em Campina Grande e logo depois exercer o cargo de diretor Regional da Companhia Estadual de Habitação Popular – CHEAP – no ano de 1991, até disputar em 1992 o cargo de vereador quando, então foi eleito e posteriormente reeleito em 1996.

No ano de 1998 disputou o cargo de deputado estadual elegendo-se, e em 2002 reelegeu-se, ocupando o cargo de presidente da Assembleia Legislativa entre os anos de 2003 e 2007. Rômulo ainda disputou duas eleições para prefeito do município de Campina Grande. Em 2006 foi ele para Câmara Federal como o 3º deputado federal mais votado da Paraíba.

Em 2010 foi eleito vice-governador da Paraíba, na chapa liderada pelo ex-prefeito de João Pessoa, Ricardo Vieira Coutinho. No ano de 2014 rompeu politicamente com governador e elegeu-se novamente ao cargo de deputado federal como 9º mais votado em todo o estado.

Rômulo Gouveia estava internado em uma clínica na cidade de Campina Grande, recuperando-se de uma infecção, recebeu alta e voltou para casa. Na madrugada de 13 de maio último, sentiu fortes dores e foi levado para o Hospital Antônio Targino, vindo a falecer após o infarto fulminante.

“Familiares, amigos e a sociedade paraibana lamentam a sua partida prematura, de modo que apresentei a propositura com o objetivo de homenagear a memória dessa personalidade que prestou relevantes serviços à Paraíba, ressaltando, igualmente o desejo de todos para que descanse em paz na morada celestial”, finalizou Raniery.

Comentar