Policial

Homens invadem residência na zona rural de Pirpirituba mas são presos por policiais do 4º BPM

Na noite dessa segunda-feira (5), policiais do Destacamento de Pirpirituba foram informados pelo Copom do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) de que estaria havendo um roubo no Sítio Salitre, zona rural da cidade. Imediatamente, os policiais, com o apoio da guarnição da Rádio Patrulha de Guarabira, foram até o local e visualizaram dois acusados no interior da residência, portando armas de fogo e apontando para as vítimas, uma delas inclusive estava com um saco plástico na cabeça e as outras encarceradas dentro do banheiro. Na residência, além dos dois homens, estavam um casal, a filha e duas crianças.
Os policiais fizeram o cerco da residência e informaram aos acusados, solicitando que eles se rendessem e, diante da complexidade da ocorrência, também solicitaram ao Copom o apoio de outras guarnições. Um dos acusados, observando a presença dos policiais, efetuou um disparo na direção das vítimas e, em seguida, na direção dos policiais que estavam na área externa da residência. Logo após os disparos, um dos acusados saiu do banheiro portando duas armas, sendo uma na cintura e outra empunhada na sua mão, apontando para a cabeça de uma das vítimas, que estava amarrada.
Neste momento, o assaltante iria realizar mais um disparo em direção à guarnição, quando foi neutralizado com um disparo, vindo a cair por sobre a vítima, que não sofreu nenhum ferimento em virtude do tiro. O segundo acusado homiziou-se em um dos cômodos da casa e, neste intervalo, os policias conseguiram resgatar as vítimas e iniciaram um processo de negociação na tentativa da rendição do segundo acusado, que não atendeu às solicitações dos militares. Sem que houvesse outra solução, os policiais adentraram na residência, vindo a encontrar o acusado por trás da geladeira, portando uma arma de fogo.
Ele jogou a arma ao chão, mas ainda tentou agredir um dos militares que foi efetuar a sua prisão. No entanto, foi imobilizado, preso e no trajeto para a delegacia ainda proferia ameaças aos militares que o haviam prendido. O homem que tinha sido neutralizado foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros para o Hospital Regional de Guarabira, que, após avaliação médica, foi transferido para o Hospital Senador Humberto Lucena.
Com os dois acusados, que irão responder por roubo, cárcere privado, lesão corporal e ameaça foram apreendidos três revólveres calibre 38, um rifle puma calibre 38 e uma espingarda calibre 12.

Comentar