Política

Em discurso na Câmara, Pedro faz homenagem a Rômulo Gouveia e a Lula Cabral

“A vida é uma belezura, vale mais pela largura, que pelo comprimento”. Com essa frase de um poema escrito por Ronaldo Cunha Lima, o deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) iniciou seu discurso em homenagem ao deputado Rômulo Gouveia (PSD) e ao vereador Lula Queiroga (PMB), na tarde desta terça-feira (15), na Câmara Federal, falecidos nesta semana em Campina Grande.  Ele apresentou ainda Voto de Pesar pela morte de Gouveia.

Pedro usou a tribuna para destacar a atuação pública de seus conterrâneos e para lamentar a perda da população campinense com a morte de ambos.  “Deixo minha homenagem que não é só minha. Essa voz é de Campina, é dos paraibanos”, afirmou.

O tucano ressaltou a trajetória de vida de Rômulo Gouveia, que veio de família simples, iniciando sua atuação na política como líder comunitário, logo após elegeu-se vereador de Campina Grande, presidente da Câmara Municipal, deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, além de vice-governador da Paraíba e atualmente estava em seu segundo mandato Câmara Federal.

“Sei que não falo só por mim, nem por alguns, mas por uma legião de amigos tocados e marcados por uma vida inteira de atenção ao povo. O deputado Rômulo vai cedo, em um falecimento precoce, mas deixa um enorme acúmulo de gestos. Ele tinha essa capacidade de fazer com que cada um se fizesse importante, para ele e para o mundo”, frisou.

Rômulo Gouveia faleceu na madrugada do último domingo (13), aos 53 anos, vítima de um infarto fulminante. Ele era casado com a ex-deputada Eva Gouveia, com quem teve quatro filhos.

Homenagem a Lula Cabral – Pedro também lamentou o falecimento do vereador campinense Lula Cabral, de 71 anos, que morreu na manhã desta terça-feira (15), por complicações de câncer nos rins. “Um homem que travou uma luta e nunca perdeu o brilho. A cada encontro nosso, ele só falava de Campina, dos seus sonhos e do que fazer para melhor a vida do nosso povo. Talvez por um capricho dos céus, um grande amigo do deputado Rômulo, que parte logo após a sua morte”, comentou.

Comentar